sexta-feira, 30 de julho de 2010

ANULAR MEU VOTO?

Recebi por e-mail um chamado para votar nulo e não resisti a postar aqui, além de ter respondido a mensagem, enviando minha discordância.
Existe um grupo que vive dizendo por aí (e espalhando e-mails) que se mais da metade da população votar nulo, o pleito será anulado. E ainda dizem que voce pode confirmar isso se ligar para a OAB ou para o TSE.
Isso NÃO É VERDADE! É puro erro de interpretação. Voto nulo não anula a eleição.
Uma enchurrada de votos nulos nada mais é do que um montão de eleitores que se eximiram da respondabilidade de decidir o seu próprio futuro e de seus filhos.
Um exemplo claro e prático: Em Campos, nas eleições de 2008, a prefeita (hoje cassada) Rosinha venceu as eleições e foi diplomada. Em 2010, o TRE cassou a prefeita e declarou que seus votos foram anulados, mandando que houvesse nova eleição. (existe um recurso dela no TSE)
Vejam bem: a nova eleição é por causa dos votos que foram anulados e não porque alguém ou mais da metade votou nulo. É diferente.
Existe um site editado por um profundo conhecedor de legislação eleitoral, com formação sólida em direito e que exerce inclusive a função de chefe de cartório eleitoral que tratou desse assunto a algum tempo (veja aqui). Como ele mesmo diz na postagem sobre esse assunto ... "se dos 326 mil eleitores de Campos, por exemplo, 325 mil anularem seus votos (ou votarem em branco), o Prefeito será escolhido pela vontade de apenas mil cidadãos, já que os demais apenas lavaram as mãos"...
A confusão está na interpretação errônea do que diz a lei: o Tribunal pode anular os votos dados a alguém (por exemplo se ficar provado que votos foram comprados ou que não houve igualdade de condições na disputa entre outras hipóteses) e nesse caso mandar fazer nova eleição.
Em Campos as eleições já foram anuladas antes e estão sendo agora.
Não se trata de você eleitor "melar" a eleição por votar nulo e sim o Tribunal anular os votos dados a um determinado candidato e mandar que haja nova eleição. 
Não vote nulo.
Acredite na mudança!
Analise bem os candidatos, sua vida, sua atuação por onde passa, o que fez, a quantos processos responde e tantos outros quesitos. Decida que você vai fazer parte do processo e cobre desse candidato que você eleger.
Afinal, se você não participa, que direito terá de cobrar ou criticar???

Preferência por um candidato

Por que optei pelo candidato Andral? Já faz algum tempo que fiz tal opção, mas nem sei por qual motivo ainda não tinha relatado isso aqui.
São várias as razões e vou tentar relatar algumas:
  • conheço-o de longa data e nunca soube de nada que desabonasse sua conduta ou sua vida;
  • é integro, honesto, amigo, sincero, tem carater (e bom), é muito bem intencionado, respeita as leis ...;
  • tem excelente base familiar e, como poucos, tem o apoio incondicional de toda a sua família;
  • já dirigiu várias associações (JCI Campos e JCI Brasil, OAB Campos, Grussaí Praia Clube) e, além de sempre ter feito excelentes administrações, não existem restrições sobre suas gestões;
  • tem muita experiência tanto administrativa, quanto profissional (advogado e professor);
  • não encontro uma só pessoa que não diga ou não concorde com o que dizem: "Andral é gente muito boa!"
  • tem ótimo relacionamento no meio jurídico, acadêmico, empresarial e na sociedade em geral;
Muito mais poderia ser dito, mas acho que já dá para parar por aqui. Aos meus amigos que ainda não o conhecem, deixo o convite para que o façam.
Existem bons candidatos por aí, mas nele, Andral, em confio.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Use uma sacola ecológica

O ig.com.br traz uma reportagem muito interessante sobre a substituição das sacolas plásticas, que tanto mal fazem à natureza, por sacolas ecológicas de uso geral.
As fotos abaixo mostram diversos e bonitos exemplos de customização destas sacolas feitas de material não  danoso, que podem ser usadas nos supermercados, feira, compras diversas etc. Muitas pessoas já as utilizam para uso cotidiano e muitas mulheres estão mudando seu visual pela simples troca destas pelas quase indispensáveis bolsas de couro e materiais semelhantes.

O recado aqui é para que procuremos fazer uso, pelo menos em uma ou outra oportunidade, dessas bolsas. Aliás elas podem, pela criatividade e gosto de cada um, serem produtos exclusivos e fashions, além de estar na moda protegendo nossa tão maltratada natureza.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Um show!

Estivemos no espetáculo apresentado por Laysa Liza no Sesc que tem apresentado a "cultura brega".
 Divertidíssimo, inteligente, descontraido, variado e digno dos bons programas dominicais, os quais não tem apresentado atrações do nível que acabo de assistir. Pelo que sabemos, além das várias citações sobre nossa cidade, ela (ele) se não é de nossa cidade, está por aqui ha bastante tempo, pois faz diversas alusões a bairros e distritos.
A drag queem sabe muito bem interagir com o público, consegue improvisar e tem uma grande capacidade de trabalhar com as pessoas que assistem, de forma a incorporá-las ao número e quase sempre comparando-as com personagens conhecidos.
Muito bom o show, o qual já tinha visto em outras oportunidades como casamentos e formaturas.

Novo jornal

O Vitor Menezes do blog urgente nos dá a notícia de que no próximo dia 30 teremos mais um jornal em nossa cidade e região. Segundo a postagem o jornal Agora NF terá periodicidade semanal e será em formato tablóide.

Esperamos que seja um veículo realmente independente, pois estamos cansados de uma imprensa patrocinada que dá a notícia contra ou a favor, dependendo de quem seja.
Não me parece ser a toa que um certo blog falava sobre um como sendo o Ordinário e ou como sendo uma Folha de embrulhar peixe morto.
Que seja bem vindo e que não esteja atrelado a nenhum interesse particular.

Secretário no HFM

O ainda Secretário de Saúde de Campos, Paulo Hirano está neste momento no Hospital Ferreira Machado reunido com a direção da  Fundação Dr. João Barcellos Martins.
Seria bom se aproveitasse a oportunidade para resolver a falta de medicamentos, e de tantos outros materiais que estão em falta em toda a Fundação, ao invés de somente atender às reinvindicações (algumas justas) dos médicos.
Na maioria das vezes o governo do qual faz parte aquele secretário, fica alardeando que gastou menos que o passado, mas não diz a que penas isso acontece. E o que acontece, por exemplo no HFM, é uma enorme e comprometedora falta de quase tudo, fazendo com que os funcionários e as chefias, fiquem dando "jeitinho" (do tipo pegar emprestado)  para que a bomba não estoure.

Cara de pau

Alguém em sã consciência acharia crível que um motorista de um veículo oficial de uma prefeitura, por sua iniciativa própria e sem qualquer compromisso, resolvesse transportar material de campanha de determinada candidatura?
Seria tal sujeito tão burro? Seria tão independente? Seria tão inconseqüente a ponto de não questionar se estaria ajudando ou comprometendo seu candidato?
Voce que está lendo agora esta postagem tomaria uma atitude desta sem perguntar se podia?
A resposta a todas essas perguntas é NÃO!
E a cara de pau do candidato nem ruboriza ao mostrar total indignação com aquele absurdo. Como se não tivesse partido de seu grupo a ordem para que a "máquina" fosse usada.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Acidente sem vítimas II

Aconteceu agora há pouco um acidente no qual não houve vítimas, segundo declarações colhidas no local.
O condutor do veículo, uma Blazer, disse que o problema ocorreu por conta de uma balança que quebrou.
 A balança (foto à esquerda) é uma peça de ferro que liga a roda à suspensão do automóvel.
Já tive um saudoso Opala 1974, que também teve a balança quebrada, mas, naquela oportunidade, os danos foram somente do conserto da referida peça mesmo.

O local do acidente foi o prolongamento da Rua Tenente Coronel Cardoso (Formosa), após a rua Gilberto Cardoso.
Como podemos ver nas fotos, o proprietário teve um considerável prejuizo, embora pudesse ter proporções bem maiores, caso, por exemplo, atingisse outro veículo, ou, pior ainda, alguma pessoa. Ele aparentava estar  tranquilo enquanto o carro era colocado no reboque.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Inelegíveis????

O blog do Marcelo Bessa traz uma interessantíssima.
Trata-se de uma tal de "inelegibilidade reflexa " prevista no § 7º, art. 14 da Constituição Federal, que  nos traz uma constatação que ainda não foi feita por determinada família de governantes: a família Garotinho. A Rosinha era prefeita e foi cassada. O seu cunhado, Nelson Nahim, vereador e presidente da Câmara assumiu por força de determinação judicial e hoje é o prefeito interino. Permanecendo a cassação, após o recurso no TSE o interino vai querer se candidatar ao cargo para se tornar efetivo (e hoje todos já pensam nessa possibilidade) mas aí entra a tal da CF que proibe. E agora? Alguns poderiam dizer que seriam resolvidos dois problemas, pois, segundo consta, a preferência de Garotinho seria pelo filho Wladimir. Só que o filho estará na mesmíssima condição do cunhado.
Isso nos leva obrigatoriamente a pensar que, se a prefeita não escapar no julgamento no TSE, e a eleição suplementar realmente ocorrer, o grupo Garotinho terá que encontrar um nome não familiar para concorrer.
Quem seria?

Atualizado às 14h44 .

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Twittaço de Marina


O primeiro panelaço virtual organizado em favor de um político no Brasil provocou 16 mil referências à candidata à Presidência Marina Silva (PV). Ao longo desta terça-feira, internautas enviaram mensagens pelo Twitter com o termo #euvotomarina e levaram o nome da candidata ao ranking de tópicos mais citados no Brasil. O movimento ocorreu entre 12h e 18h20 e, de acordo com a assessoria de imprensa de Marina, ela foi citada quase 3 mil vezes por hora. No início da tarde, a senadora licenciada foi a uma lan house de Sâo Paulo
observar as mensagens dos internautas. “Estou aqui simbolicamente para dizer que esse contato é real. Na minha época, a gente chamava isso de ‘panelaço’. Agora é virtual. E é bom que não faz barulho, mas alcança longe e alto os corações das pessoas”, afirmou.
Estratégia - A ideia do “Twittaço” surgiu na comunidade do Orkut “Marina Silva – PV”, mas foi amplamente aproveitada pela equipe de comunicação da candidata. No meio da tarde, o perfil da candidata alcançou o número de 100 mil seguidores. Até o fim do dia, outros mil internautas foram incorporados.
Desde o início da campanha, Marina Silva tem utilizado a internet como arma principal na divulgação de sua candidatura, já que tem menos recursos e tempo de TV que seus oponentes. O site oficial da candidata ensina os internautas a reforçarem a campanha pelo Twitter indicando aos amigos que sigam o perfil de Marina e instalem um aplicativo que reenvia as mensagens escritas por ela.
O objetivo, como informado no site, é que Marina chegue ao número de 200 mil seguidores. Com isso, ela ultrapassaria a candidata Dilma Rousseff (PT), que tem 120,5 mil seguidores, mas continuaria atrás de José Serra (PSDB), que tem 299,7 mil. Marina diz acreditar de fato que, mesmo a internet não alcançando todos os eleitores, seu uso poderá ser decisivo na campanha. “Essa militância virtual está fazendo uma diferença muito grande no mundo real, da política que se mobiliza não apenas pelo projeto de poder pelo poder”, comentou nesta terça.
À noite, viajou para Nova York, onde se reúne hoje e amanhã com investidores e empresários. Ela disse que vai garantir aos investidores americanos que não mudará nada na economia brasileira caso seja eleita, mas não quis adiantar detalhes.


Fontes: veja.com.br, oglobo.com.br e g1.globo.com

terça-feira, 20 de julho de 2010

Bandeiras na posse da ACL


Aconteceu na noite de ontem a posse de Elmar Martins na Academia Campista de Letras.
Diversas personalidades estiveram presentes à solenidade, algumas sendo empossadas na atual diretoria, outras tantas dando brilho à cerimônia.
Sob o ponto de vista do cerimonial, temos a abordar as bandeiras, colocadas corretamente no lado direito do palco, porém numa ordem equivocada.
Para começar a explicação em relação ao posicionamento das bandeiras, precisamos dizer que a precedência estabelece que, em dispositivos ímpares, a mais importante fica no meio, seguida pela segunda mais importante do seu lado direito, a terceira a sua esquerda e assim por diante( quanto a isso praticamente não há dúvidas); em dispositivos pares, a mais importante fica no centro direita (à direita do centro), seguida pela segunda mais importante a sua esquerda, a terceira a sua direita e assim por diante. É sempre o mesmo esquema de centro, direita, esquerda, direita, esquerda, etc.
Não podemos deixar de lembrar que para se estabelecer o que está à direita ou à esquerda, o(a) cerimonialista deve estar no palco e de frente para a platéia; ou no centro de um prédio olhando para os transeuntes na rua.

Vemos então na foto e reproduzimos na figura 1, uma panóplia com quatro bandeiras, sendo o esquema como segue:
(do ponto de vista do público) a primeira da esquerda é a bandeira do Estado do Rio de Janeiro; na seqüência temos a do Brasil (posição correta), a do município de Campos e a da ACL. Para quem olha do palco para a platéia, vê a ordem inversa.
Quem fez o ordenamento(deveria estar no palco olhando para a platéia) colocou a do Brasil no lugar correto, ou seja, à direita do meio, mas deixou de colocar na segunda precedência a bandeira do estado do Rio de Janeiro (do lado esquerdo), já que o esquema tem que continuar direita, esquerda... Do jeito que está na foto e no esquema acima, a bandeira do município de Campos está com maior “importância” do que a do Estado do Rio.


Ao lado colocamos, na figura 2, o correto ordenamento que deveria ter sido observado na cerimônia.
Repetindo: o(a) cerimonialista se colocaria no meio das quatro bandeiras, estabeleceria
que, a que estivesse do lado direito do meio exato teria que ser a bandeira do Brasil; a partir daí, a segunda mais importante (Estado) ficaria do lado esquerdo, a terceira do lado direito e a quarta novamente à esquerda

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Baixa o que?

Vejam só o que encontramos:

ao percorrer os blogs de nossa cidade, encontrei o de um determinado político que desmentia uma notícia acerca da substituição do secretário municipal de administração Fabio Siqueira pelo Altamir Barbara.
E disse a figura que o secretário ..."em sua formação é baixareu (grifo nosso) de direito...

"Fotografei" a página para ninguem dizer que não é possível. Consegui errar duas vezes numa só palavra.

Tudo bem: errar é humano, eu, portanto erro também, mas ...


Tenha dó: o correto é bacharel  com "ch" e com "l" no final.

Suberbom no lugar do Esperança

Acabo de ler no site da Folha da Manhã que o Supermercado Esperança foi vendido para o grupo Barcelos e Cia - Superbom.
O ruim disso é que a concorrência fica diminuida e pode ser que a população venha perder.
Existe (ou existia) uma placa publicitária na Av. 28 de Março, próximo a esquina da Carlos de Lacerda, onde se lia que ali seriam futuras instalações do Supermercado Esperança. Confesso que não tenho prestado atenção se ainda ha ou não tal placa. Se a propriedade do prédio em construção também tiver sido transferida a rede Barcelos e Cia, pode ser que haja ainda mais uma loja do grupo naquele espaço.

Hipótese eleitoral

O blog recebeu uma informação dando conta de que o prefeito interino está trabalhando com o seguinte cenário:
O TSE mantem a decisão do TRE. Com isso a prefeita Rosinha permanece cassada e, portanto, afastada do cargo. As substituições que o prefeito em exercício deseja efetuar, aconteceriam em meados de agosto, quando, hipoteticamente haveria a confirmação da cassação.  O prefeito teria, sempre em tese, até o mes de março do próximo ano, para trabalhar e ter seus aliados, indicados por ele e não pela prefeita cassada, trabalhando em prol de uma eleição sua para não mais ser interino.
Resta saber, caso se concretizem tais hipóteses, o cacique partidário aceitará Nahim como candidato.
 

100 anos de Faixa Presidencial

O rico detalhamento, aliada a excelente maneira de escrever, o que fez com que ficasse ótima a postagem e  considerando que o assunto é pertinente a um dos objetivos deste blog, transcrevemos o que o Marcelo Bessa colocou em seu blog.


Em ano de eleição é interessante lembrar o  símbolo do poder do Presidente da República: a linda faixa presidencial.
Instituída em 1910, a faixa  completará 100 anos (como instituição, claro) em dezembro próximo. Não se trata de um símbolo pessoal de poder, mas da representação do poder do chefe máximo de nossa nação, seja ele quem for.
Reza a tradição que a foto oficial do Presidente da República deve ser tirada com a faixa presidencial, o que se ilutra com as imagens acima, onde se pode ver o maior de todos os Presidentes (1957-1961), Juscelino Kubstichek (para conhecer a história desse grande brasileiro clique aqui) e os dois últimos, Fernando Henrique Cardoso (1995-2003) e Luis Inácio da Silva (2003-2011), que usa na lapela uma bandeira do Brasil, o que é de bom tom.
Em 1985 o Presidente Tancredo Neves, o primeiro civil a ser eleito Presidente após a ditadura militar (houve quem a chamasse de "ditabranda", mas isso é um absurdo), morreu no dia em que seria empossado e foi enterrado com uma réplica da faixa.
Embora por ideal a faixa devesse ser sempre a mesma, o desgaste exige que ela seja trocada de tempos em tempos. Não há, no entanto, o registro oficial de quantas faixas teriam sido usadas nas várias passagens de poder, assim como ninguém sabe informar por aonde estão as faixas que deixaram de ser utilizadas (há quem diga que foram doadas a museus, mas somente a de JK tem destino sabido: o Memorial JK). À esquerda vê-se o Presidente Hermes da Fonseca, o primeiro a usar a peça.
Sinceramente, acho que a faixa deveria ser mais usada pelos Presidentes, não a ponto de banalizá-la, mas para evitar que seja usada só na posse ou no desfile de 7 de Setembro.
A faixa presidencial tem 12 cm de largura por 1,67 m de comprimento e é feita de seda, com detalhes bordados em ouro e diamantes. No centro, à altura do peito, estão as Armas da República. Sob uma roda de tecido colocada por cima do encontro das duas pontas da faixa há ainda uma medalha da República, em ouro, anexada a um broche, também de ouro, com detalhes em diamantes.
Logo após o Presidente tomar posse perante o Congresso Nacional, no dia 01/01, encaminha-se ao Palácio do Planalto e recebe a faixa de seu antecessor, num momento que simboliza perante o povo a passagem do poder e é, inegavelmente, emocionante e carregado de simbolismo. Tal ritual está previsto no Decreto nº 70.274/72 (editei):
Art. 39. Prestado o compromisso, o Presidente da República, com os seus acompanhantes, deixará o Palácio do Congresso dirigindo-se para o Palácio do Planalto.
Art. 40. O Presidente da República será recebido, à porta principal do Palácio do Planalto, pelo Presidente cujo, mandato findou. (...).

Art. 41. Após os cumprimentos, ambos os Presidentes (...) se encaminharão par ao Gabinete Presidencial e dali para o local onde o Presidente da República receberá de seu antecessor a Faixa Presidencial. Em seguida o Presidente da República conduzirá o ex-presidente até a porta principal do Palácio do Planalto.
O sociólogo Leonardo Petronilha faz interessante afirmação a respeito:
"Ocorrem dois atos simbólicos de posse: um “racional-legal” que tem como elemento simbólico de relevância, a caneta; e outro de cunho teatral, que tem como símbolo de passagem, a faixa presidencial. Em síntese, o presidente só é realmente presidente se tiver como adereço a imprescindível faixa presidencial."
Reza a tradição que após a entrega da faixa o ex-Presidente desça a rampa do Palácio do Planalto, de onde seguirá até o aeroporto ou residência, conforme o caso. A previsão legal para tanto está no art. 42 do citado Decreto:
Art. 42. Feitas as despedidas, o ex-Presidente será acompanhado até sua residência ou ponto de embarque pelo Chefe do Gabinete Militar e por um Ajudante-de-Ordens ou Oficial de Gabinete do Presidente da República empossado. 
À esquerda temos uma foto de 01/01/2003: vê-se o atual Presidente e seu antecessor, com suas respectivas esposas; ao fundo, o atual Vice e o anterior (suas esposas estavam presentes, mas não aparecem na imagem).
Para ter informações específicas sobre cerimonial acesse http://cerimonialdkabral.blogspot.com/.
Fontes: Normas do Cerimonial Público e a Ordem Geral de Precedência.
Decreto 70274/72. Presidência da República. Brasília, 18 jul 2010.
A Posse do Presidente do Brasil. Wikipedia. 21 mai 2010.
Faixa presidencial: tradição de 96 anos. Agência Câmara. 01 jan 2007.

Fotos: Wikipedia e Portal Copa 2014.


sábado, 17 de julho de 2010

Vazamento de água

Está acontecendo um grande vazamento de água na rua Joaquim Sales, em frente ao nº 16, no Capão.
As fotos foram tiradas hoje, por volta de 11 horas, mas os moradores disseram que está vazando desde ontem e que a companhia Águas do Paraíba já tinha sido avisada.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Emblema da Copa 2014 de novo

video
Mais uma muito legal sobre o nosso emblema da Copa de 2014.
Trata-se de um trabalho de dublagem em cima de alguns depoimentos que foram exibidos no dia da apresentação, lá na África, além da dublagem também dos apresentadores globais que tiveram suas falas modificadas, tudo elaborado pelo redator publicitário Pablo Peixoto.
O vídeo foi retirado do site http://uolesporte.blog.uol.com.br/videos/
É uma brincadeira mas vale ver e escutar atentamente.
Atualizado pois algumas pessoas não conseguiram ver o vídeo que está anexado.
Clique aqui caso não esteja aparecendo o vídeo.

Erros na propaganda

Trago hoje fotos de duas faixas afixadas num lugar qualquer da nossa cidade, para comentar alguns equívocos costumeiros.
Reitero que não sou especialista em língua portuguesa e que comete erros também.
Na primeira foto vemos um erro comum que: quem entrega, entrega algo a alguém em algum lugar; não existe entrega a alguém a algum lugar. Portanto o correto é “ENTREGA EM DOMICÍLIO”
A segunda foto traz uma faixa, como menos de 20 palavras e que está recheada de erros gritantes. Vamos enumerar:
1. provavelmente tentou-se escrever “point” que é palavra muito usada por quem gosta de estrangeirismo - significa ponto (em inglês), mas escreveram “ponti”.
2. está escrito: “temos novidades às 10”...; primeiro faltou incluir dois pontos, logo depois da palavra “novidades”, pois estaria explicando o que se tem de novidade e ainda foi acrescentado indevidamente o sinal de crase em “as 10”;
3. “primeiras pessoas ganha”, quando é claro que se está no plural a concordância teria que ser obrigatoriamente “GANHAM”;
4. ...”ganha grátis”... – se alguém ganha, não paga. Se não paga, é claro que aquilo que se está levando é grátis. É tão errado quanto subir para cima ou entrar para dentro.
A falta de atenção com o que se escreve, traz problemas até mesmo comerciais. Eu mesmo, mesmo se tivesse a intenção de conhecer o produto anunciado, desistiria por conta de uma propaganda mal feita.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Interrupção

Um informante me passa que acaba de ser interrompida uma licitação que estava ocorrendo na sede da PMCG (antigo Cesec). Era um certame para aquisição de peças e material de reposição paa equipamentos médicos.
O problema é bastante grave pois o processo já estava iniciado, com o debate em torno do primeiro item já em andamento, com pelo menos tres empresas participando, quando uma funcionária entrou na sala e disse que "por ordens superiores" o processo estava suspenso.

Postado por Pedro Cabral

Presidente popular e cara-de-pau

O presidente Lula  aproveita sua popularidade e seu carisma para desafiar as leis, os tribunais e os adversários e, com a maior cara-de-pau, fazer propaganda explícita e promover sua candidata.

A candidata oficial aliás só começou a avançar nas pesquisas após o seu maior marqueteiro iniciar a propaganda, mesmo sendo reiteradamente multado. Multas aliás irrisórias e não intimidatórias, conforme já postamos aqui .
Comparamos o que tem acontecido com uma hipotética punição de uma multa de, digamos R$5.000,00 a quem derruba árvores, e as vende por R$50.000,00: evidentemente compensa continuar ser multado - é bom negócio – vale a pena.
O Blog do Noblat diz: "A primeira citação à candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, no lançamento do edital para construção do Trem de Alta Velocidade (TAV), anteontem, e o pedido de desculpas, ontem, foram estrategicamente pensados pelo presidente Lula como forma de dar mais visibilidade à petista.
Ele está testando não só os limites da lei para divulgar Dilma, na sua condição de presidente, mas também o tom para que suas ações tenham mais efeito."

A candidata Marina Silva reclama, o candidato Serra reclama, as pessoas de bem reclamam, mas quem gosta do Lula acaba absorvendo sua mensagem e boa parte se rende para eleger a candidata oficial.
E vem a pergunta: sem esse “ilustre artista” atuando nesse filme eleitoreiro, quem seria Dilma?

Fontes:
http://g1.globo.com/economia-e-negocios/noticia/2010/07/serra-tambem-critica-lula-por-citar-dilma-em-evento-do-trem-bala.html  http://www1.folha.uol.com.br/poder/766809-lula-pede-desculpa-por-citar-dilma-em-evento-do-governo.shtml

Postado por Pedro Cabral

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Para entender

De repente, sem que estejamos esperando, assim do nada, alguém muito importante faz um elogio ao que postamos aqui.
É como uma explosão orgásmica...
É como um prêmio...
É como uma massagem relaxante...
É como um beijo...
de língua.
Mas o beijo ainda vai acontecer e
depois uma massagem relaxante e
depois um prêmio e
depois uma explosão orgásmica...

Postado por Pedro Cabral

terça-feira, 13 de julho de 2010

Dia Mundial do Hospital

Acaba de acontecer no Hospital Ferreira Machado um evento em comemoração ao Dia Mundial do Hospital, com a presença de diversas autoridades, incluindo vereadores, os secretários, os DAS e comissionados (parece até que são obrigados a comparecer)  além do prefeito interino Nelson Nahim.
Fora o que precisa ser questionado e cobrado, o prefeito em exercício voltou a ser muito positivo, assim como no dia de sua posse, no tocante aos problemas do município:  "não quero ver mais pacientes em macas pelos corredores deste hospital" disse ele, afirmando que foi essa a orientação que passou ao presidente da FJBM e que já autorizou inclusive obras que sejam necessárias para que o HFM dê um atentimento digno à população.
O prefeito interino tornou a dizer que quer ser informado sobre o que acontece de errado na cidade e, falando aos funcionários, também ao que tem que ser consertado no Hospital Ferreira Machado, momento em que algumas vozes ao fundo diziam: - "E vai saber mesmo!"

A cerimônia, muito bem conduzida pela jornalista Dayane, na condição de Mestre de Cerimônias, teve hasteamento de bandeiras, Hino Nacional cantado de acordo com a lei específica por Ana Paula Domingues Martins e foi prestigiada por inúmeros funcionários da instituição

Postado por Pedro Cabral

segunda-feira, 12 de julho de 2010

A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO CORRETA

Como sou muito ligado ao que diz respeito a comunicação, principalmente a verbal, estou  retransmitindo abaixo uma postagem retirada do blog http://www.cabruncodochuvisco.blogspot.com/.

O vigário de um vilarejo tinha um pinto como mascote, o Valente.

Certo dia, o pinto Valente desapareceu, e ele achou que alguém o havia roubado.

No dia seguinte, na missa, o vigário perguntou à congregação:

-Algum de vocês aqui tem um pinto?
Todos os homens se levantaram.

-Não, não, disse o vigário, não foi isso que eu quis dizer.

- O que eu quero saber é se algum de vocês viu um pinto?
Todas as mulheres se levantaram..

-Não, não, repetiu o vigário... o que eu quero dizer é se algum de vocês viu um pinto que não lhes pertence.
Metade das mulheres se levantou.

- Não, não, disse o vigário novamente muito atrapalhado.

-Talvez eu possa formular melhor a pergunta:

-O que eu quero saber é se algum de vocês viu o meu pinto?
Todas as freiras se levantaram.

-Deixa pra lá!

Comunicação não é o que falamos, é o que o outro entende!!!



 Postado por Pedro Cabral

domingo, 11 de julho de 2010

Parabéns campeã Espanha

Mais uma vez temos que elogiar os organizadores da copa 2010: a cerimônia de entrega da taça de campeã para a Espanha foi coroada de sucesso. Apenas imaginamos que o palco para a entrega poderia ter sido montado no gramado para que todos pudessem ver melhor.
Também a equipe de organizadores da Espanha foi muito feliz em pensar em ter um uniforme, já devidamente com a estrela de campeã incluida, para que todo o time, ao receber a tão cobiçada taça, estivesse bem trajada e representando bem o país. Não havia nenhum jogador naquela hora com camisa diferente dos outros ou fazendo as "homenagens" isoladas que alguns do Brasil teimam em fazer.
Quanto ao título, não me sinto suficientemente conhecedor de futebol para opinar, mas, na partida, era visível a superioridade, pelo menos na vontade, do time que venceu.
Parabéns à Espanha, parabéns à Africa do Sul.
Esperamos que daqui a quatro anos, tenhamos condição de elogiar o Brasil duplamente.
Postado por Pedro Cabral

Show de encerramento

Alguns amigos e críticos deste blog dizem que eu, na maioria das vezes faço mais comentários sobre os erros do que dos acertos das cerimonias. Explico que minha intenção é sempre de mostrar o que saiu errado para que as pessoas possam perceber o que não devem fazer.
Assisti há pouco a cerimônia de encerramento da Copa 2010 na Africa e tenho que dizer que saiu tudo, até onde percebi, maravilhoso. As imagens feitas com projeções no gramado coberto foram belíssimas e muitíssimo bem escolhidas, os atores muito bem treinados e ensaiados, o Mestre de Cerimônias com uma boa voz sendo auxiliado por um bom equipamento de som. Foram apenas trinta minutos, tempo suficiente para um belo espetáculo, sem os abusos que por vezes cometem.
Tudo um show, incluindo uma passada pelo campo, conduzindo por um carrinho tipo de golfe, do maior nome da Africa: Nelson Mandela.
Parabéns aos organizadores e ao povo africano.

Atualizado para inserir a foto do estádio em festa.


Editado para corrigir a palavra maravilhoso que estava escrita com inexplicáveis "ss"

Postado por Pedro Cabral

sábado, 10 de julho de 2010

Reunião política

Na tarde desse sábado, os partidos políticos, PT, PMDB, PC do B, PPS, PV, integrantes do PSDB, reuniram-se para debater e discutir a atual situação política do município, e a possibilidade da convocação de novas eleições.

Fato inédito na história recente política dessa cidade, ficou acordado que os partidos convocarão a sociedade civil e os cidadãos para firmar compromissos que apontem uma nova forma de governar essa cidade, e por fim ao longo período de cassações e interrupções de mandatos, que tanto prejuízo trazem para nossas vidas.

Os presidentes dos partidos e militantes presentes foram unânimes em expressar sua preocupação na grave crise moral que atinge instituições e pessoas, e torna a cidade motivo de vergonha perante a nação.

Para além das convicções de cada partido, ficou acertado que a partir desse primeiro encontro, ficará criado um movimento permanente para transpor as dificuldades e apontar soluções para o bem estar da população, e garantia da estabilidade do processo político.

Não é mais possível, no entender desses partidos, que uma das cidades mais ricas do Brasil, com orçamento bilionário, ostente níveis vexatórios na Educação, com a pior nota do Estado entre os municípios, Saúde com falta de médicos, hospitais precários, falta de empregos e oportunidades, dentre outras mazelas.

No próximo sábado, dia 17, os partidos se reunirão novamente, onde as soluções para Campos dos Goytacazes serão formuladas e apresentadas para a sociedade campista.
(Release oficial)

Reunião

Neste momento estão reunidas diversas lideranças de nosso município para tratar justamente do futuro de nossa problemática cidade.
Assim que tivermos mais novidades, voltaremos ao assunto, preferencialmente com algum bom desfecho

Postado por Pedro Cabral

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Revolta com erro

Muitas tem sido as reações ao bárbaro crime cometido contra a amante do goleiro Bruno.
As pessoas, com razão, estão indignadas não somente com o crime em si, mas também e principalmente pela crueldade e torpeza envolvidas no caso.
Coincidentemente temos nos últimos tempos tido notícias bizarras de jogador que recebe escolta armada de pessoas ligadas ao crime organizado, jogador que presenteia ou compra um bem que é para determinado traficante, seu amigo de infância, diversos membros de um time (sempre o mesmo time) que se envolvem em confusão por conta de banalidades ligadas a assuntos de namoro, e agora, um sujeitinho que afirmou que é normal (?)  trocar uns tapas com sua (s) mulher (es) está intimamente ligado ao desaparecimento de uma ex-amante que tentava provar na justiça ser ele o pai de uma criança.
Que turma ...
Uma dessas reações foi alvo de matéria da Globo.com e mostra que o revoltado pichador escreveu "golero" ao invés de goleiro, como é o correto, o que o olho crítico e atento do Leonardo Cabral não deixou passar.

Postado por Pedro Cabral

Copa 2014

A cerimônia de lançamento do emblema da Copa do Mundo em 2014 no Brasil teve discursos de Ricardo Teixeira, presidente da CBF e da Comissão organizadora da futura competição, do presidente da Fifa, Joseph Blatter e do presidente do Brasil Luis Inacio Lula da Silva.
Foi exibido também um clipe, parte de um comercial,  como se explicando o que significa o emblema (foto ao lado). Confesso que não gostei muito do desenho e não consegui descobrir a quem se poderia creditar a obra de arte. Conversando com um amigo designer soube que perdeu-se uma grande chance de se fazer um concurso nacional com tais profissionais para a escolha do emblema. Acho inclusive estranho a colocação do número 2014 em vermelho, quando poderia ser em azul, numa criação que privilegia as cores nacionais verde, amarelo e branco.


Postado por Pedro Cabral

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Os candidatos e grana

Numa bela reportagem de Breno Costa, Filipe Coutinho e Mário Falcão, publicada na Folha on-line (link aqui), muitos candidatos declararam à justiça eleitoral que mantêm grandes quantidas de dinheiro vivo em casa.
A lista é encabeçada pelo ex-governador de São Paulo Orestes Quércia que disse que mantem R$ 1,28 milhão em espécie, dentro de casa. 
O quadro mostra diversos candidatos e as quantias confessadas.

O que me chamou a atenção é que, normalmente (não são todos), os candidatos se utilizam de um famoso caixa 2, quando boa parte ou a maior parte dos recursos utilizados nas campanhas eleitorais, não aparecem nas prestações de contas oficiais; daí questionamos: se tanto dinheiro está declarado, imagina o quanto estaria oculto e quais "serviços" seriam comprados


Postado por Pedro Cabral

Campos igual a Valença?

O jornal O Dia em sua edição on-line aqui, noticia hoje, 07/07/10, que o TRE está analisando a hipótese de realizar a votação suplementar para escolha do novo prefeito de Valença, RJ, para o próximo dia 3 de outubro, junto com o primeiro turno das eleições deste ano.
A  zona eleitoral de Valença foi notificada no sentido de o presidente da Câmara local, vereador Luiz Fernando da Graça (PP), assumir temporariamente a prefeitura, até a escolha do novo prefeito.

mandato do prefeito eleito em 2008, Vicente Guedes (PSC), e de sua vice, Dilma Dantas (PSC) foi cassado e o TSE confirmou a cassação.


A notícia nos faz pensar que o mesmo procedimento pode acontecer na nossa cidade de Campos dos Goytacazes, que também teve a prefeita e o vice cassados e o presidente da Câmara de Vereadores assumiu interinamente o governo municipal.
Vamos aguardar tanto lá quanto cá para ver o que será decidido.

Postado por Pedro Cabral

terça-feira, 6 de julho de 2010

Enem para a Uenf

A Ascom da Uenf pede que seja divulgado e aqui atendemos.
A foto é de um muito bem bolado cartaz que mostra uma estudante sonhando em passar no vestibular da universidade campista.
É que o vestibular para a Uenf agora é somente pelo Enem, não mais existindo aquelas etapas todas que havia antes. Primeiro o candidato fazia uma ou duas provas de qualificação - quem ficasse com nota superior a 4 seguia para mais uma prova e depois a última que era discursiva.
O ingresso agora passa a ser exclusivamente pelo Exama Nacional do Ensino Médio, o famoso Enem. Pelo visto ficou bem mais fácil.
Clique aqui para ir para o site da universidade ou aqui para o link de inscrição no site do Inep
Postado por Pedro Cabral

Mais placa com erro

Meu filho Leo, colaborador deste blog, mandou a foto que podemos ver, encontrada numa obra de um certo canteiro bem no centro da nossa cidade, próximo do TRE.

Está escrito: Precisa - de encarrega do . com . esperiecia

Para esclarecer aos que não conseguirem decifrar :

Precisa-se de encarregado com experiência

Postado por Pedro Cabral

Uso do blazer

Sempre encontro boas dicas na coluna de Gloria Kalil no www. ig.com.br (veja aqui) quando o assunto é traje,. Assim sendo venho me referir à matéria Blazer, o curinga do guarda-roupa masculino e reproduzo algumas fotos da referida matéria.

Concordo e até insisto com algumas pessoas que um blazer pode fazer muita diferença no visual de um homem, quer seja no campo profissional, num evento de qualquer natureza ou num encontro social. É possível, por exemplo, manter um blazer azul-marinho pendurado no escritório ou no gabinete para ser utilizado quando necessário.

Como bem diz aquela consultora, o blazer pode ser usado com ou sem gravata, com calça social ou jeans, com camisa social ou pólo.

Acima temos duas fotos tiradas daquela matéria,  cada qual com um visual muito legal, utilizando o blazer. Como essas, existem diversas outras combinações que ficam ótimas.

Por outro lado, colocamos as fotos abaixo para dizer que, ao nosso ver, estão completamente equivocadas, embora possa ser denominado pelos mais moderninhos como look despojado, quando achamos que na realidade é um look desleixado, de gente relaxada. 

A da esquerda mostra uma calça que parece ser de um tamanho diferente do usuário com uma barra injustificadamente dobrada e o pior, com sapatos sem meias. Horrível.

 

O da direita é ainda mais ridículo, a começar pela aparência desleixada por cabelos mal tratados e uma barba abominável. O segundo ponto é o uso indevido de uma bota combinando (sem combinar) com uma roupa social, (o correto seria usar sapatos) piorando o visual com a calça inexplicavelmente usada por meio dentro e meio por fora. Acima de tudo discordamos profundamente com a utilização de camisa para fora da calça aliada ao uso do blazer.


Postado por Pedro Cabral

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Posse do Prefeito interino

O prefeito interino Nelson Nahim acaba de tomar posse na Câmara Municipal de Campos.
O novo Prefeito (em poucos anos tivemos Arnaldo Viana, Pudim - 1 dia -, Campista, Roberto Henriques - 45 dias - , Rosinha e agora o irmão do Garotinho)  fez um breve discurso onde destacou que pediu a ajuda dos vereadores para governar. Também afirmou que deseja ser comunicado de qualquer coisa que esteja errada. Também declarou que é avesso a bajuladores, dando um claro recado.
A cerimônia foi realizada com um atraso pequeno de 40 minutos (suportável), mas transcorreu de forma rápida.
Sob o ponto de vista do Cerimonial, queremos destacar que, ao nosso ver faltou a execução do Hino Nacional, imprescindível numa solenidade de posse de um prefeito.
Também ao nosso ver, a cerimônia deveria ser melhor elaborada:
  • o termo de posse deveria ficar evidenciado, tendo como marco principal, a assinatura do empossado;
  • como não havia "transmissão" do cargo, o presidente da Câmara deveria ter uma atuação que refletisse o momento solene;
  • acho que poderia ter um Mestre de Cerimônias fazer os chamamentos e anunciar ao público os passos que estavam acontecendo;
  • definitivamente houve um erro ernorme quando a água foi servida em copos descartáveis (conforme podemos ver nas fotos).
Nossos votos de uma boa administração ao Prefeito em exercício.

Postado por Pedro Cabral

Erros

Agora há pouco num educativo programa de rádio, os apresentadores cometeram tres erros que não conseguimos deixar de comentar aqui, sempre no intuito de ajudar a esclarecer a maneira correta de falar, apesar de não sermos especialistas no assunto:
1 - Eu quero "só apenas" dar minha opinião ... - e apenas são sinõnimos e não devem ser falados juntamente na mesma frase;
2 - Todos foram unânimes em afirmar ... - mais uma vez: se todos afirmaram é porque a afirmação foi unânime. É um erro usar as duas palavras na mesma frase. Tanto este quanto o exemplo acima formam o que se chama de tautologia.
3 -  Entre eu, voce e o Washington ... (nome iventado) - quando o correto deveria ser " Entre mim, voce e o Washington...
O que lamentamos principalmente é que se trata de um programa que é muito ouvido e quem ouve, normalmente associa uma certa "cultura" aos apresentadores e podem achar que eles (tidos como cultos) não estão cometendo qualquer deslize no vocabulário.
Penso (e posso estar errado) que pessoas que exercem tal função deveriam ter mais cuidado quando falam, pois são, sabidamente, formadores de opinião.

Postado por Pedro Cabral

sábado, 3 de julho de 2010

Cairam de quatro

Alemanha - tranquila, calma, técnica, controlada, consciente, administradora - 4
Argentina - prepotente, incapaz, submissa, humilhada, massacrada, cabisbaixa - 0

Adios Hermanos

São 28 minutos do segundo tempo: Alemanha 3 - Argentina Maradoniana 0000000
Tentem em 2014!

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Laranjada amarga

A seleção brasileira foi eliminada por algumas razões, a meu ver:
1. o árbitro errou duas vezes quando Kaká  recebeu falta dentro da área: no primeiro tempo o defensor só chegou na bola depois de atingir nosso jogador e outra no segundo tempo sendo empurrado pelas costas;
2. os jogadores davam a impressão de que não voltaram para o segundo tempo, ficando principalmente Robinho e Luis Fabiano absolutamente apagados - Kaká já estava apagado desde o início da Copa;
3. O melhor goleiro do mundo falhou e reconheceu seu erro na entrevista que deu;
4. Aquele que estava no lugar do técnico da seleção, errou (fora todos os outros erros) por não tirar o Felipe Melo quando ele já mostrava sinais de descontrole; quando tirou Luis Fabiano, sem permitir que o ataque fosse reforçado (já estávamos perdendo o jogo); por não arriscar TUDO quando faltavam poucos minutos, tirando alguém do meio campo (já não fazia diferença se seria Kaká, Robinho, Daniel Alves etc) para colocar também o atacante que ninguém queria, Grafite. Quando a Holanda fez 2 a 1 e Nilmar entrou, precisava atuar ao lado do nosso atacante e não ficar no lugar dele. Quando faltavam uns cinco minutos para acabar o jogo e se estávamos perdendo, não importaria mais nada e a única possibilidade era partir com toda força para cima para tentar um gol que nos salvasse. Mas diriam os críticos que poderia enfraquecer a defesa e bla bla bla, da mesma forma que o dublê de treinador sempre fez. Era hora de até nosso goleiro ir tentar o gol. Deu no que deu.